sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Projetos para inclusão de gênero nas universidades brasileiras

No Brasil, a falta de igualdade de gênero é desequilibrada no ensino superior, o que aumenta a favor das mulheres. O acesso aos estabelecimentos públicos de ensino superior deve ser alargado a uma maior proporção de jovens entre os 18 e os 24 anos, em especial os provenientes do estrato social mais baixo. As avaliações indicam a existência de grandes disparidades de qualidade entre as instituições de ensino, especialmente entre as organizações privadas.

A UNESCO no Brasil tem mantido um diálogo permanente com instituições públicas de ensino superior, com universidades e outras instituições de ensino superior e pesquisa. A organização tem tentado promover a educação e a mobilidade dos professores, a qualidade do ensino superior, mudanças educacionais e inovações que se tornaram essenciais devido aos desafios emergentes enfrentados pela Sociedade do conhecimento de hoje. Neste sentido, a UNESCO: 



· Reúne decisores e investigadores,

· promove estudos e discussões, e

· incentiva os estabelecimentos de ensino superior e os países a trocarem programas.

· patrocina programas inovadores na área do ensino superior, tanto em parceria com instituições públicas, como programas com o Ministério da educação, bem como com instituições privadas e entidades da sociedade civil.

· disponibiliza aos estabelecimentos de ensino superior e às universidades os documentos de referência considerados indispensáveis para a mudança ou inovação de processos no domínio do ensino superior.

Na América Latina, as ações da UNESCO são coordenadas pelo Instituto Internacional de Ensino Superior da UNESCO na América Latina e no Caribe - IESALC. O escritório da UNESCO em Brasília, em parceria com a IESALC, participa da implementação de dois projetos em universidades de integração intercultural que se baseiam em valores essenciais como o respeito pelos Direitos Humanos, pelo Diálogo intercultural, pela diversidade cultural e pela paz entre civilizações.


Projetos


A criação da Universidade Federal de Integração Latino-Americana-UNILA: localizada em Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil. Pretende promover o desenvolvimento de uma mentalidade entre os estudantes de integração regional baseada nos valores essenciais acima mencionados.

A criação da Universidade Federal de integração portuguesa-Africana-Brasileira-UNILAB: localizada no Ceara, brasil. Pretende contribuir para o intercâmbio de conhecimentos entre o Brasil e outros Estados-membros da comunidade de países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os países africanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário