sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Dieta para colesterol alto - Saiba aqui o que comer para reduzir


O colesterol ruim é responsável por diversas doenças, dentre elas temos problemas nas artérias, derrames e até o Mal de Alzheimer.

Por conta disso, é muito importante manter a quantidade de colesterol regulada em nosso corpo, e a melhor maneira para isso é a alimentação.

Uma dieta bem equilibrada, com boa variação de alimentos é a chave para uma saúde de ferro.

Mas alguns alimentos são verdadeiros mestres em ajustar os níveis de colesterol em nosso corpo, sendo indispensáveis para regulá-lo.

Veja abaixo algumas dicas para reduzir o colesterol.


Hora de se alimentar

A melhor forma de garantir que uma dieta seja boa, é usando planejamento tanto do tempo quando dos alimentos.

Para reduzir o colesterol, procure comer de 4 em 4 horas, sempre em pequenas porções ao longo do dia.

Seu horário de alimentação deve iniciar às 7h da manhã, com o café, e ir até às 22h, sendo a última refeição sua ceia.

Dê mais robustez aos alimentos das refeições principais, e entre elas você deve consumir apenas um lanche menor, equivalente a metade de uma refeição principal.

Busque bastante variedade quanto a comida, dessa forma evitará que falte algum nutriente em sua alimentação, garantindo bons resultados.

Nunca beba água durante as refeições. Beba sempre 1h antes ou depois de qualquer refeição; isso evitará que seu estômago fique inchado.

Comidas para baixar o colesterol

Para diminuir o colesterol, o passo mais importante é incluir aveia em pelo menos uma refeição de seu dia.
A aveia é excelente para deter a absorção do colesterol pelo organismo.

Quando estiver necessidade de proteína, dê preferência às carnes magras, como peixe e frango, evitando aumento de colesterol.

O açaí é muito indicado contra o colesterol ruim, por conta de suas gorduras. Procure comer pouco açaí, pois é muito calórico.

Inclua sempre uma laranja em seu cardápio diário. A laranja contém flavonoides, sendo ideal para deter o colesterol ruim.


Chás perigosos para a saúde - Confira aqui quais NÃO tomar


Muitas pessoas pensam que determinado produto não faz mal só por ser natural, e isso é um grande erro.

Dentre esses produtos, o que mais nos engana são os chás, pois pensamos que possuem apenas benefícios para nosso corpo.

É claro que os chás são ótimos para manter a saúde, mas devemos lembrar que também são remédios, e como tal há contra indicações.



O problema dos remédios

Os remédios modernos, aqueles que compramos nas farmácias, são uma grande evolução da medicina.

Eles são peritos em atacar o problema para o qual foram feitos, e fazem isso com grande efetividade.

Porém, fazer uso de remédios, qualquer tipo que seja, é sempre uma troca dentro do nosso corpo.

Por exemplo, quando nossos rins não estão bons, tomamos o remédio para eles, mas, em contrapartida, o remédio ataca nosso fígado ou outro órgão.

E como os chás são remédios mais rústicos, possuem esse problema também, e é aí que devemos tomar cuidado.

A melhor forma de saber se você deve ou não consumir determinado chá é pela consulta médica, onde o médico dará a resposta final.

Não vá atrás de receitas que te indicaram ou busque na internet o chá para seu problema, pois muitas vezes não há nenhuma evidência de que eles realmente funcionem.

Chás perigosos para gestantes

Em regra, todos os chás são perigosos para gestantes e lactantes, pois não podemos prever os resultados de seu consumo.

Alguns chás, por outro lado, temos certeza de que fará mal para a criança, como má formação e aborto.

O chá de boldo, por exemplo, contém ascaridol, havendo uma grande chance de ocorrer aborto.

Outro chá abortivo é o de canela, e deve ser evitado a qualquer custo durante a gravidez.
Existem aqueles que prejudicam por serem diuréticos, como o de hortelã e de hibisco, podendo causar desnutrição na criança.