domingo, 7 de julho de 2019

Como criar uma rotina de exercícios físicos - Aprenda aqui a montar a sua agenda fitness


Fazer exercício regularmente é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde.

Logo após o exercício, você começará a ver e sentir os benefícios que a atividade física pode ter em seu corpo e bem-estar.

No entanto, o exercício de trabalho na sua rotina requer muita determinação, e mantê-lo a longo prazo requer disciplina.

Se você está considerando começar a se exercitar, mas não sabe por onde começar, este artigo é para você. Aqui está tudo o que precisas de saber sobre começar uma rotina e mantê-la.



Como estabelecer um calendário de exercícios


Começa pelo básico. Se o seu objetivo é perder peso, ficar saudável, ficar em melhor forma, ou todos OS acima, há três componentes principais para o seu programa:
  • Exercício Cardio: esta pode ser qualquer atividade que aumenta o seu ritmo cardíaco, desde caminhada ou jogging até ciclismo ou ter uma aula de fitness.
  • Treinamento de peso: você não tem que levantar pesos pesados ou até mesmo passar muito tempo em treinamento de peso no início, mas você precisa levantar. Seus músculos vão ficar mais fortes e quanto mais músculos você tem, mais calorias você queima EM geral. Isso ajuda a perder peso.
  • Treinamento de flexibilidade: você também precisa ter a flexibilidade para passar por uma gama completa de movimento de cada exercício. Alongamento aumenta a sua flexibilidade e ajuda o seu corpo a recuperar após o exercício.


Sua programação irá garantir que você obter a quantidade certa de cada um destes tipos de exercício ao longo da semana.

Tipos comuns de Exercício


Existem vários tipos de exercício, incluindo:

Aeróbica: Geralmente o núcleo de qualquer programa de fitness, ele inclui períodos de movimento contínuo. Exemplos incluem natação, corrida e dança.

Força: ajuda a aumentar a força e a força muscular. Exemplos incluem treinamento de resistência, Pliometria, levantamento de peso e sprinting.

Calistenia: movimentos corporais básicos feitos sem equipamento de ginástica e a um ritmo médio aeróbico. Exemplos incluem saltos, abdominais, flexões e flexões.

Formação em intervalos de alta intensidade (HIIT): inclui repetições de curtos períodos de exercício de alta intensidade, seguidos de exercícios de baixa intensidade ou períodos de repouso.
Campos de arranque: circuitos cronometrados de alta intensidade que combinam exercícios aeróbicos e de resistência.

Equilíbrio ou estabilidade: fortalece os músculos e melhora a coordenação do corpo. Exemplos incluem Pilates, poses de Tai chi e exercícios de fortalecimento do núcleo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário